Ucrânia retoma exportação de grãos pelo Mar Negro

A Rússia decidiu voltar a respeitar o acordo

Embarque de grãos na Ucrânia | Foto: Reprodução/Ukrinform

A Rússia decidiu voltar a respeitar o acordo que permitiu a retomada das exportações de grãos da Ucrânia pelo Mar Negro. Moscou recebeu garantias de que o corredor seguro criado será usado apenas para o escoamento de cargas agrícolas, segundo a agência de notícias Bloomberg.

No sábado 29, o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou a saída do país do acordo após um ataque sofrido por suas forças navais no porto de Sebastopol.

Os embarques da Ucrânia já foram retomados na quarta-feira 2, sem necessidade de negociações extras que permitiram a partida de alguns navios no início da semana.

O coordenador da Iniciativa de Grãos do Mar Negro, Amir Abdulla, saudou o retorno da Rússia ao pacto e os esforços do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, para o reestabelecimento do corredor de exportação ucraniano. Erdogan e autoridades da Organização das Nações Unidas (ONU) ajudam nas negociações envolvendo o corredor desde julho.

Ontem, a ONU chegou a suspender as operações do Centro de Coordenação Conjunta, que monitora, de Istambul, os navios com grãos da Ucrânia.

Depois de subir de maneira expressiva nas últimas duas sessões, os preços do trigo estão em queda nesta manhã na bolsa de Chicago, por causa do pacto firmado. A Ucrânia é um exportador relevante de milho e trigo.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.