Terremoto deixa mais de mil mortos no Afeganistão; número de feridos vai a 1.500

Tremor de magnitude 6,1 atingiu a região rural e montanhosa do país, afetando principalmente as províncias de Khost e Paktika; abalo sísmico também foi sentido no Paquistão e na Índia

Um terremoto matou mais de mil pessoas no Afeganistão. O tremor de magnitude 6,1 atingiu a região rural e montanhosa do país nesta quarta-feira, 22, afetando principalmente as províncias de Khost e Paktika, no leste do país e próximo da fronteira com o Paquistão. “As pessoas cavam e cavam sepulturas. Está chovendo e as casas estão destruídas. Não há lugar para abrigo ou comida. Ainda temos pessoas presas entre os escombros. Precisamos de ajuda imediata”, disse o secretário de Informação e Cultura da província de Paktika, Mohammad Amin Huzaifa. Inicialmente, representantes locais informaram cerca de 300 mortos e 600 feridos. No entanto, autoridades de gerenciamento de desastres apontam que já são mais de mil vítimas fatais e 1.500 feridos. Entre as autoridades, a estimativa é que os números aumentem à medida que chegam novas informações sobre os locais afetados. “Pedimos a todas as agências de ajuda que enviem equipes para a área imediatamente para evitar mais catástrofes”, Bilal Karimi, vice-porta-voz do governo talibã nas redes sociais. O terremoto já é considerado o mais mortal do país desde 2002, quando abalo sísmico matou cerca de mil pessoas.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.