Senado vai ter ‘boa vontade’ com PEC da Picanha, diz Pacheco

Presidente da Casa disse que é ‘natural’ a ‘relativização’ do teto de gastos

Segundo Pacheco, a aprovação da PEC da Picanha depende do Congresso | Foto: Ton Molina/FotoArena/Estadão Conteúdo

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse nesta sexta-feira, 4, que o Congresso trabalhará para votar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que tem o objetivo de furar o teto de gastos e viabilizar as promessas de campanha do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O texto, também conhecido como PEC da Picanha, será apresentado na terça-feira 8. A ideia é abrir espaço no Orçamento para garantir o Bolsa Família de R$ 600 e um aumento real no salário mínimo.

Em entrevista à GloboNews, Pacheco disse que a “boa vontade” do Congresso com a PEC depende das análises a serem realizadas pela equipe de transição. Os parlamentares ainda não sabem qual valor será necessário para bancar as benesses do novo governo.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.