Latam anuncia saída de recuperação judicial nos EUA

Processo durou 30 meses

Atualmente, o grupo recuperou cerca de 75% da sua oferta de voos do pré-pandemia globalmente | Foto: Divulgação/Latam

O grupo Latam, que controla a brasileira Latam Airlines, anunciou que concluiu com sucesso o seu processo de recuperação judicial nos Estados Unidos, iniciado em maio de 2020 para reduzir a sua dívida e acessar novas fontes de financiamento.

Com uma liquidez de mais de US$ 2,2 bilhões, uma dívida aproximadamente US$ 3,6 bilhões menor em seu balanço patrimonial (redução de 35% em relação ao período anterior ao processo) e o apoio dos principais atuais e novos acionistas, a Latam afirmou estar preparada para reafirmar sua liderança na América Latina de maneira sustentável.

“Hoje é um marco importante para a Latam. Estamos satisfeitos por concluir uma transformação significativa e sair do nosso processo de reorganização com uma posição financeira fortalecida e um compromisso renovado com a excelência operacional”, disse Roberto Alvo, CEO do Latam Airlines Group, em nota divulgada na quinta-feira 3.

A malha aérea da Latam hoje conta com operações afiliadas em cinco mercados domésticos da região (Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru), além de operações internacionais na América Latina, Europa, Estados Unidos, Caribe, Oceania e, em breve, África.

O grupo Latam alcançou uma malha aérea de 144 destinos em 22 países em outubro e prevê recuperar mais de 85% da sua capacidade global até o fim de 2022 na comparação com 2019. Entre 2021 e 2022, o grupo adicionou dez novos destinos no Brasil e planeja operar 36 novas rotas até 2023.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.