Falta de verba pode fazer UFRJ fechar as portas em setembro

De acordo com a reitoria, em 10 anos, o orçamento diminuiu de R$ 725 milhões, para R$ 329 milhões

Fachada do prédio da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Considerada a maior universidade federal do país, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) pode parar em setembro, pois o orçamento tem previsão de acabar neste mês de agosto. Não há mais dinheiro para pagar o custeio das atividades como conta de água, luz, limpeza e segurança. As concessionárias que prestam serviço para o campus já foram informadas da situação, bem como os trabalhadores. O Hospital da UFRJ também pode ter que fechar 90 leitos. A unidade atende dezenas de pessoas diariamente. De acordo com a reitoria, em 10 anos, o orçamento diminuiu de R$ 725 milhões, em 2012, para R$ 329 milhões este ano. Outras universidades também passam por dificuldades no Rio de Janeiro, como a Universidade Federal Fluminense (UFF), UniRio e Cefet. A UFRJ tem feito apelos constantes e sucessivos ao Governo Federal e ao Ministério da Educação (MEC) para a liberação de mais verbas. Faltam recursos para investimentos e para a manutenção do campus. Os alertas vem sido feitos ao MEC e ao governo desde o início do ano e se nada for feito todo o orçamento será esgotado até o final de agosto.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.