Chile volta a sonhar com ida ao Catar a três meses da Copa do Mundo; entenda

Os chilenos ainda têm a esperança de ficar com a vaga do Equador no Mundia

Byron Castillo, do Equador, marcando Jean Meneses, do Chile, durante partida das Eliminatórias Sul-Americanas

A menos de três meses do início da Copa do Mundo de 2022, marcada para acontecer entre 20 de novembro e 18 de dezembro, o Chile voltou a sonhar com uma viagem ao Catar. O motivo? A Fifa resolveu aceitar nova reivindicação da Associação Nacional de Futebol do Chile (ANFP) sobre o caso envolvendo a possível falsificação de documento do equatoriano Byron Castillo. Na última quarta-feira, 31, a entidade máxima do futebol confirmou que um novo julgamento, com o atleta convocado para dar explicações, está agendado para dia 15 de setembro. De acordo com a imprensa chilena, o Tribunal de Apelações da Fifa informou à ANFP que a nomeação será às 14h30 (horário local), com o jogador sendo convocado para falar sobre o assunto. Byron Castillo, vale lembrar, teria nascido em uma cidade colombiana e forjado ser equatoriano. As federações do Equador e do Peru também serão convocadas para prestarem seus argumentos. A primeira tentará se defender, enquanto a outra buscará vaga direto ao Mundial, herdando a quarta posição do rival nas Eliminatórias Sul-Americanas. Vale lembrar que os peruanos perderam a vaga na repescagem com derrota nos pênaltis para a Austrália.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.