Ataque russo em estação de trem na Ucrânia deixa ao menos 25 mortos

Rússia confirmou ser autora do bombardeio realizado no Dia da Independência ucraniana; pelo menos 31 pessoas ficaram feridas

Rússia confirmou o ataque realizado em uma estação de trem no dia da independência ucraniana

Um ataque russo realizado em uma estação de trem no Dia da Independência da Ucrânia, que coincidiu com o dia que a guerra completou seis meses, deixou ao menos 25 mortos e 31 feridos na noite quarta-feira, 24, segundo o balanço atualizado divulgado pela empresa que opera o serviço ferroviário no país. “De acordo com as informações da manhã, temos 25 mortos, incluindo duas crianças. Trinta e uma pessoas ficaram feridas, incluindo duas crianças”, afirmou a empresa no Telegram. O bombardeio atingiu a estação de Chaplyne, na região de Dnipropetrovsk, centro da Ucrânia. O ataque foi revelado pelo presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, em sua mensagem de vídeo ao Conselho de Segurança da ONU. O ataque de Chaplyne e o bombardeio de artilharia em cidades da linha de frente, incluindo Kharkiv, Mykolaiv, Nikopol e Dnipro, seguiram as advertências do presidente Zelensky sobre as provocações russas antes do 31º aniversário da declaração de independência da Ucrânia.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.

Confira as notícias de hoje, fatos da política, economia e internacional, no maior Portal de Notícias do Brasil e do Mundo.